Sindiserv promove atividades pelo fim da violência contra a mulher

Os 21 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher serão amplamente debatidos no Sindiserv, por meio de dança, apresentação de um monólogo e uma palestra. A palestra “O perigo da história única“,  será ministrada por Bruna Letícia*, inspirada pela autora nigeriana Chimamanda Adichi e com a  discussão o estudo de Juliana Braz acerca das trajetórias educacionais de mulheres negras em diálogo com as próprias inquietações movidas pela fala de Chimamanda, será no dia 24 de novembro, às 19h, no auditório do Sindiserv ou online por meio de inscrição pelo fone 3228.1160.

Já o monólogo “Carta às Damas“,  lança uma provocação: “Amanhã é o seu primeiro dia nesse jogo. Mas será que você sabe jogar? É simples: basta seguir as regras, do jeito que elas sempre foram e tudo ficará bem. Qualquer dúvida estaremos aqui para te ajudar. Assinado, as Damas.”, com a apresentação de Mariana Sonda**, acontece no dia 1 de dezembro, também às 19h, no auditório do Sindiserv.

No dia 10 de dezembro, a artista Carla Vanez*** apresenta um espetáculo de dança que celebra a luta das mulheres. Carla subirá ao palco às 19h, e a atividade também é gratuita e aberta à comunidade. Haverá transmissão da dança nas redes sociais do Sindiserv.

Conforme a diretora de diversidade do Sindiserv, Karina Santos, será um espaço para discussão dos direitos humanos, o respeito à diversidade de gênero e raça e para pensar sobre a luta contra a violência às mulheres. Para a diretora das mulheres do Sindiserv, Rosângela Dalla Vecchia, o fim da violência contra a mulher deve ser uma pauta permanente de debate e educação na sociedade. A atividade é promovida pelo Sindiserv em conjunto com o Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres (COMDIM) e Movimentos das Mulheres.

O que? 21 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher

Quando? 24/11 – 19h – Palestra “O perigo da história única”

1/12 – 19 – Monólogo “Carta às Damas”

10/12 – Apresentação de dança, com Carla Vanez

Onde? Auditório do Sindiserv (Carlos Giesen, 1217 – Exposição).

Quanto? Atividades gratuitas

*Bruna Letícia de Oliveira dos Santos

É licenciada em História pela Universidade de Caxias do Sul (2016), Mestra em História pela Unisinos (2020) e doutoranda em História pela mesma universidade. Desenvolveu pesquisa sobre os significados sociais de ser mulher escravizada na Província de São Pedro, durante o século XIX, a partir da relação entre gênero, raça e condição jurídica. Sua pesquisa teve grande influência da teoria feminista negra e da literatura para a abordagem da maternidade. Em seu atual projeto de pesquisa busca trabalhar as ocupações dos espaços de trabalho em Caxias do Sul no processo de desenvolvimento da cidade, através das história de famílias negras, pensando significados de racialização e interseccionalidade. É coordenadora do NEFIG – Núcleo de Estudos Feministas Interseccionais e de Gênero e militante da Marcha Mundial de Mulheres

**Mariana Saldanha Sonda
Estuda teatro desde os 9 anos; formada pelo curso profissionalizante da Tem Gente Teatrando, em parceria com o Sated-RS na turma de 2019. Participou do elenco de mais de 10 montagens de peças de teatro, sendo elas adaptações, remontagens, construções coletivas e montagem autoral. Alem de atuar também canta, toca instrumentos musicais e estuda palhaçaria feminina.

*** Carla Vanez – Diretora, atriz, produtora, figurinista, professora de teatro e dança. Registro Profissional (DRT): 12059; Graduada no curso Tecnólogo em Dança pela UCS- Universidade de Caxias do Sul, formada em Dança Afro pelo Teatro do Encontro/ Daniel Amaro, iniciou seus estudos na dança em 1993 e no teatro em 1996, Em sua formação cursos, oficinas e workshops de teatro, produção, dança, música, bufão, palhaço, Commedia dell’Arte, especializando-se em técnicas de dança afro e do palhaço. Sócia/fundadora atuante do grupo teatral Cia Uerê! Desde 2007, atuando e produzindo espetáculos, performances e eventos. Participar como palhaça, coordenadora e produtora do grupo Médicos do Sorriso desde 2005. Desde de 2017 ministra oficinas de dança afro em universidades, como FSG e UCS. Coordenadora da Dança e Coreografa do grupo de Maracatu Baque dos Bugres 2018 à 2020. Idealizadora e produtora do SARAU FICA EM CASA. Produtora do evento A Coisa Tá Preta. Membro do coletivo Afro-Ser. Produtora do Desfile do Natal Luz 2019/2020. Diretora Cênica do Bloco da Ovelha.

X