“É preciso cuidar de quem nos protege!” Sindiserv atua na defesa da GM

A última semana foi de preocupações e incertezas para os profissionais da Guarda Municipal (GM), diante do teste positivo para Covid-19, confirmado para um dos servidores que participava de um curso de capacitação presencial, que prevê 60 horas teóricas e 20 horas práticas com outros 17 membros. Na quinta-feira (16) pela manhã, a presidente do Sindiserv, Silvana Piroli e o diretor de relações com o trabalho, Diames Rogério de Souza estiveram reunidos com o titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social (SMSPPS), Hernest Larrat dos Santos, para buscar esclarecimento e ações de proteção.

Ainda em maio, o Sindiserv procurou o secretário para salientar a importância de realizar a capacitação em EAD oferecido pelo SENASP, com certificação chancelada pela Polícia Federal (PF) . “Trata-se de um curso em que os servidores se voluntariam a participar, serve como uma reciclagem obrigatória para quem porta armas em suas atividades. Solicitamos ao diretor-geral da Secretaria de Segurança Pública, Alexandre Bortola em maio que os cursos presenciais fossem suspensos”, lembra Diames.

Na conversa com o secretário, Silvana cobrou responsabilidade com as vidas dos servidores, solicitando a suspensão imediata das atividades. “O decreto municipal é claro neste aspecto. Estão suspensas as reuniões e capacitações neste período de pandemia. A própria Polícia Federal informou que não seria necessário fazer o curso neste período. Criticamos todas as formas desnecessárias de exposição que possam colocar os servidores em risco. Exigimos testagens e maior cuidado com os servidores”, defende Silvana.

A situação soou no mínimo contraditória e imprudente. “Os colegas da GM estão sempre atuando para coibir aglomerações nos espaços públicos e eles próprios estarem expostos é imprudência”, destaca Diames.

Após a conversa, na sexta-feira (17), a SMSPPS emitiu um ofício ao Sindiserv informando  reforço nas medidas de segurança e a suspensão dos cursos presenciais.

Luto na Guarda Municipal

No dia 17 de julho os servidores da GM acordaram enlutados com a perda do colega Sebastião Freitas da Silva, 63 anos. Em 2017 ele participou de uma série de publicações sobre a alegria em servir à população. Veja AQUI

X