Alegria em proteger a cidade

Sebastião Freitas da Silva, 61 anos, integra a Guarda Municipal desde 1997, atuando em diferentes setores que compõem o serviço, sempre com um olhar de cuidado sobre a cidade.

Um dos destaques da trajetória profissional de Silva, foi no monitoramento de áreas públicas, no período entre 2005 e 2007, juntamente com a equipe da época. “Foi um período bastante intenso, pois a cultura de invasão coletiva era muito forte. Passávamos as noites fiscalizando, chegávamos a rodar cerca de 300 quilômetros em oito horas. Depois, criamos vínculos com a comunidade e os próprios moradores se encarregavam de nos avisar”, recorda. A partir desta ação efetiva, não houve mais registros de grandes invasões coletivas.

Mais tarde, Silva foi convidado a ocupar o cargo de diretor da Guarda, entre 2007 e 2012, com a missão de fortalecer e unificar a Guarda, obtendo êxito em sua proposta. Nesse período foi implantado o setor de projetos e também o Gabinete de Gestão Integrado em Segurança Pública Municipal.  “A Guarda continuou crescendo enquanto corporação e a comunidade foi percebendo cada vez mais sua importância”, destaca. Na época, foi duas vezes vice presidente do Conselho Nacional das Guardas Municipais. “Hoje, creio que a guarda é reconhecida pelo seu auxílio à segurança pública, principalmente pelas pessoas de bem, que desejam que as ações sejam realizadas dentro da lei”, explica.

X