Melhores condições de trabalho na pauta de reunião entre Sindiserv e SMOSP

Melhorias nos equipamentos, insumos, conquista de difícil acesso e proteção dos servidores foram a tônica do encontro entre a presidente do Sindiserv, Silvana Piroli, os diretores, Diames Rogério de Souza Silva, Marcelo dos Santos, Valderez Antônio Leite e o titular da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SMOSP), Leandro Pavan, na manhã desta quinta-feira (19/07).

Em reunião, Sindicato e administração, dialogaram sobre a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), substituição de máquinas e equipamentos, reformas e alojamentos adequados. Ainda foram abordadas questões como assédio moral e comunicação no ambiente de trabalho.

Melhoria dos equipamentos
A promessa é que sejam intensificadas as reposições de máquinas e equipamentos, obedecendo a ordem de maior necessidade, independente da localização. “Isso significaria uma valorização do servidor que atua em áreas mais afastadas, pois normalmente as áreas mais centrais acabam ficando com os equipamentos mais novos”, observa Silva.

Difícil acesso
Outro ponto de debate foi a gratificação de difícil acesso que passará a ser concedida aos servidores que estão lotados na subprefeitura de Ana Rech, mas que atuam no horto municipal. Da mesma forma, passarão a receber o benefício, os servidores que trabalham na iluminação pública no turno da noite (bairro Pioneiro).

Diálogo
Casos de assédio moral, falta de diálogo e a necessidade de uma gestão de conflitos também foram abordados na reunião. “Muitas vezes um problema que poderia ser solucionado com uma conversa, acaba tendo dimensões maiores caso não seja conduzido da forma correta”, salienta Santos.

Condução de veículos oficiais
Novamente houve críticas ao decreto 19.408/2018 que permite os servidores dirigirem carros oficiais, que no entendimento da entidade, configura desvio de função e pode acarretar em graves prejuízos aos servidores.

Preparo de alimentos

O secretário reforçou que está vetado o preparo de alimentos nas cozinhas dos postos de trabalho. “Estamos obedecendo normas de saúde e segurança, portanto, é permitido apenas o aquecimento dos alimentos e não o preparo”, enfatiza.

Postos de trabalho

Silva também questionou sobre o ambiente insalubre ao qual muitos servidores estão expostos. Conforme o secretário, estão sendo realizadas melhorias, a exemplo disso, deverão estar finalizadas as obras de adequações no depósito de insumos, cozinha e vestiário da subprefeitura de Forqueta. As instalações elétricas também receberão melhorias nas subprefeituras. Em Vila Seca, segundo ele, o serviço já está sendo prestado.

Horas-extras e escala de sobreaviso

O Sindicato solicitou maior transparência na comunicação de horas-extras e escalas de plantões de sobreavisos de forma a contemplar a todos os servidores

X