Sindiserv reúne com dirigentes do SAMAE

Representantes do Sindiserv e membros do Conselho dos servidores do SAMAE estiveram reunidos com a direção da autarquia, para debater assuntos ligados ao serviço. Na última reunião do Conselho, dia 11 de agosto, um dos encaminhamentos foi justamente solicitar uma reunião com os gestores do SAMAE para falar sobre os PLs 211e 210/2021, que tramitam na Assembleia Legislativa e autorizam o Poder Executivo do Estado do Rio Grande do Sul a promover medidas de desestatização do Saneamento, uma medida que é rejeitada pelo Sindiserv.

De acordo com a presidente do Sindiserv, Silvana Piroli, este assunto é recorrente nas reuniões com os delegados. “Caso seja privatizada a água e o saneamento não haverá o controle da população e a tarifa irá aumentar. Somos contra a privatização da água e queremos o SAMAE fortalecido. Não queremos que o município apoie o projeto do leite que traz prejuízos para o SAMAE.”, destaca.

Segundo o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (Sinis) de 2018, 83,6% da população brasileira tem acesso a serviços de abastecimento de água e 53,2% usam serviços de esgotamento sanitário. De acordo com as entidades, a privatização do serviço pode impedir o acesso aos serviços por uma parte da população.

Além deste assunto, foram solicitadas melhores condições de trabalho aos servidores. Participaram da reunião, além da presidente, o vice, Rui Miguel da Silva, o diretor de patrimônio Eden Pires, os delegados, Magayver Rech, Saulo da Costa, Jefferson Saraiva, Adão Carvalho e Israel Sitta da Rosa. Por parte da administração estavam o diretor-presidente, Gilberto Meletti, o diretor, Angelo Barcarollo e Silvana Mastella.

 

X