Sindiserv solicita ao Executivo que preserve a VIDA. Ano letivo recupera-se!

Com o objetivo de alertar sobre a necessidade de preservar as vidas neste momento de pandemia provocada pelo novo Coronavírus (Covid-19) e sobre a falta de segurança para o retorno presencial das aulas escolares, representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Caxias do Sul (Sindiserv), CPERS e UCES estiveram reunidos com o vice-prefeito, Edio Elói Frizzo, na manhã desta quarta-feira (19) no salão nobre da Prefeitura. Como medida de proteção, apenas quatro representantes puderam participar do encontro enquanto mais de 20 manifestantes aguardavam em frente do Centro Administrativo.

A presidente, Silvana Piroli apresentou os principais argumentos que são causas de preocupação em relação ao retorno presencial. “Enquanto ainda estivermos com a curva de contágio em ascensão é insensato retomar as atividades presenciais. Sabemos que estudo monitorado não é ideal, mas é a forma mais eficaz neste momento em que precisamos nos manter em distanciamento social. Que criança não irá abraçar os colegas quando acontecer o reencontro? O senhor foi professor e sabe como é a realidade”, argumentou Silvana ao vice-prefeito. A presidente reforçou ainda que os professores da rede municipal de ensino estão atuando de maneira incansável e se reinventando para que o conteúdo chegue da melhor forma aos estudantes.

Como resposta, Frizzo destacou que não há a certeza de retorno, apesar de haver uma grande pressão as escolas de educação infantil em voltar às atividades presenciais. “Nossa única certeza é que quando as aulas recomeçarem na rede estadual, deveremos seguir o mesmo calendário”, apontou. Os vice-presidente, Rui Miguel da Silva e diretores do Sindiserv, Rita Casiraghi Moschem, Eden Pires, Marcelo dos Santos, Vaderês Fernando Leite também estiveram na manifestação.

 

X