Sindiserv e titular da SMRHL alinham pautas da categoria

Na manhã desta segunda-feira (25), o Sindiserv por meio da presidente, Silvana Piroli, do vice-presidente, Rui Miguel da Silva, do diretor de relações com o trabalho, Diames Rogério de Souza e Silva, da diretora de saúde, Maria de Lourdes Back de Lima e da diretora de diversidade, Karina Santos, esteve reunido com a titular da Secretaria Municipal de Recursos Humanos e Logística, Daniela Reis para tratar das principais demandas da categoria.

Assuntos em Pauta

Colocar um fim às distorções causadas pela Lei 409/2012, que diferencia salário para mesma função, é uma questão de honra. O impacto não é apenas nos vencimentos, que precisam ser repostos por meio de Lei que concede a Parcela Autônoma Especial (PAE), afetando também a aposentadoria dos servidores.

As terceirizações, especialmente na área da saúde, também entraram na roda de conversa. “É importante ampliarmos a visão sobre o assunto. Nem tudo é economia. Quando se remove para Unidades Básicas de Saúde (UBSs), servidores com mais de 15 anos de experiência em urgência e emergência e deixa de lotá-los nas UPAS municipalizadas, entramos em um embate como a falta de profissionais como a que estamos vivenciando, sem contar os prejuízos ao FAPS”, salienta Silvana.

As nomeações para reposição de vagas e ampliação dos serviços entrou em discussão devido à importância do tema, assim como a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), que tende a ser um dos principais problemas tanto para o magistério, quanto para a saúde neste início de 2021.

Trimestralidade

O repasse da trimestralidade depende, anualmente, de Projeto de Lei para ser efetivado. “A defesa do servidor e do serviço público é nossa principal bandeira e a recomposição do poder de compra dos trabalhadores municipais faz parte do pacote”, assinala Silvana. Conforme Daniela, o assunto deverá ser tratado em conjunto com a Secretaria Municipal de Gestão e Finanças.

Comitês de discussão

Plano de carreira e demais assuntos que dizem respeito à vida funcional deverão ser tratados por um conjunto de representantes do Sindiserv e Administração. “Gosto de reunir os envolvidos para chegarmos a um planejamento que fique bom para todos”, explica Daniela.

Diálogo

Este é o segundo encontro entre Sindiserv e Executivo do qual a representante da SMRHL participa, – o primeiro foi em 6 de janeiro com o prefeito Adiló Didomênico, quando foi entregue uma lista com as principais demandas. “Foi uma reunião para esclarecermos as reivindicações e demonstrar nossa boa vontade em auxiliar nos temas que envolvem os trabalhadores e o bom serviço à população”, descreve Silvana.

O Sindiserv já visitou este ano as secretaria de saúde e educação, a direção do Samae e a presidência da Câmara de Vereadores.

X