Oficina Didática Freiriana debate a leitura do mundo e a cultura do educando

O Sindicato dos Servidores Municipais de Caxias do Sul encerra hoje a oficina “Didática Freiriana”, (dias 22 e 23 de outubro), com o objetivo de difundir os pensamentos do educador, filósofo e Patrono da Educação Brasileira. A atividade é coordenada pelo mestre Ivânio Dickmann.

Freire se tornou referência na educação nacional e mundial por sua metodologia, seu conhecimento, sua coerência, sua ética e pela maneira amorosa com que educava e se educava em diálogo com as pessoas e com a natureza, sempre na busca de um mundo mais justo. Falava da importância de pensar-se em uma educação capaz de reconhecer a cultura do educando e agir com base nela, naquela realidade, pois somente assim ela faria sentido para aquele que vai ser alfabetizado.

Acendedor de Esperanças

Na terça-feira, antecedendo a oficina,  foi realizado o lançamento da obra: “O Acendedor de Esperanças – Paulo Freire em Caxias do Sul em 1984”, livro organizado por Marisa Formolo Dalla Vechia e  publicado pela Editora da Universidade de Caxias do Sul (Educs). Muito além de um resgate histórico, que pontua os dias de Freire em Caxias, o livro tem a íntegra das palestras do educador e também das sessões de perguntas e respostas dos participantes. A atividade contou com a participação e relatos das co autoras do livro.

 

X