Servidora doa coleção Jorge Amado para biblioteca do Sindiserv

Uma mensagem no celular funcional do Sindiserv encheu a direção de alegria no dia 10 de abril. A notícia que uma servidora estava disposta a doar sua coleção Jorge Amado, para o acervo da entidade foi comemorada com “viva” e punho erguido pelos diretores. Combinamos com a servidora aposentada Zuleica Sant’Anna a data e o local para retirada dos exemplares.

Chegando no condomínio, apertamos o interfone e, sem resposta, apelamos para a ajuda do síndico. “Ah! A Dona Zuleica estava esperando por vocês, conversei com ela há pouco. É daquelas pessoas que conseguem te mostrar o mundo com as palavras”, descreveu o vizinho.

Ele tinha toda razão. Fomos recebidos em sua casa, com a caixa de livros, periódicos e apostilas organizada e a cuia de chimarrão. Professora aposentada, com a didática no discurso e a beleza no olhar, reservou uma tarde para nos receber com todo afeto e compartilhar sua bela história de vida com a inquietude de quem sabe que tem muito a ensinar. “Tenho um apego especial por estes livros. Eles me transportaram para uma infinidade de lugares, de pensamentos e personagens…me transformaram também”, relatou ao segurar “O Segundo Sexo” de Simone de Beauvoir e devolvê-lo para a caixa.

A professora também disponibilizou diversos exemplares de periódicos sobre orquídeas e apostilas que normalmente não são encontradas na Internet.

“Foi uma tarde muito agradável que será sempre lembrada por nós. Tanto pela oportunidade de poder ‘viajar’ no mundo das orquídeas (ela e o marido, já falecido, cultivaram mais de mil exemplares da espécie) quanto pelos relatos de desprendimento e ajuda ao próximo”, descreve o diretor de cultura do Sindiserv, Rodrigo Varreira.

Os livros já estão organizados e disponíveis para retirada no térreo e quarto andar do Sindiserv. Para contemplar os momentos de descanso e leitura, deverá ser formatado um lounge no térreo do prédio da Sede Social em breve.

Relacionados:

X