Fake News afeta servidores do SAMAE

Sindiserv repudia repasse de informação falsa que circula no WhatsApp

O Sindicato dos Servidores Municipais de Caxias do Sul – Sindiserv repudia a produção e repasse de informações falsas, sobretudo quando pode colocar em risco a segurança dos servidores públicos municipais. Em um áudio que circula em grupos de WhatsApp desde o último final de semana (12/06), no qual não é identificado o autor, o narrador sugere que os trabalhadores (identificados por uma imagem de câmeras de segurança) são estelionatários, fazendo-se passar por servidores. Contudo, os servidores estavam no exercício de suas funções realizando a checagem de um vazamento.

“É uma situação delicada. Além de expor os servidores, pode fazer com que sejam alvos de agressões físicas e psicológicas injustamente”, explica a presidente do Sindiserv, Silvana Piroli. O Sindiserv é contra boatos e informações falsas que possam gerar risco aos trabalhadores.

Mas como se proteger contra as falsas notícias e não contribuir para disseminação de informações incorretas? Assim como o vírus que estamos todos enfrentando atualmente, ainda não tem uma “vacina”, não existe uma cura específica contra fake news, mas existem sim cuidados e atitudes que podemos adotar para evitar ser uma vítima e minimizar o impacto que elas podem causar. Algumas medidas que podemos adotar são:

– Nunca compartilhe uma informação se você não tem certeza que ela é verdadeira;

– Procure se informar através de fontes confiáveis: em sites, jornais, revistas, canais de tv e rádio conhecidos;

– Na dúvida cheque a informação em mais de um lugar;

– Se a notícia que recebeu é de um setor específico (saúde, por exemplo), vale confirmar com um órgão competente, ou até mesmo com um profissional da área.

X