Sindiserv debate encaminhamentos de assembleia com SMED

Representantes do Sindiserv e da comissão de servidores da educação estiveram reunidos nesta manhã (10/03), com a titular da Secretaria Municipal de Educação (SMED), Sandra Negrini, para debater assuntos e encaminhamentos referentes ao ano letivo 2021. A presidente do Sindiserv, Silvana Piroli, iniciou apresentando as questões apontadas na assembleia da educação, realizada na última terça-feira (3/03), que contou com a participação de cerca de 500 profissionais da educação. Confira as solicitações e os retornos:

Retorno presencial

Uma das preocupações é o retorno presencial escolar, sobre isso, Sandra explica que será possível somente quando as condições sanitárias forem favoráveis e informa que a secretaria segue as regras do Governo do Estado. “Enquanto estivermos em bandeira preta não ocorrerá o retorno escolar presencial. Caso a situação permaneça (bandeira preta) as orientações continuam sendo as mesmas”, explica.

Serão mantidos os estudos a distância via classroom, redes sociais das escolas e whatsapp e está prevista a recuperação para os estudantes que não conseguirem acompanhar os estudos monitorados. Sandra, atenta para a necessidade de revisão de protocolos para evitar o prolongamento do ano letivo.

Quadro pessoal

Silvana solicita que seja formulado um padrão e um fluxo de orientações administrativas e pedagógicas que podem ser tomadas em casos de contaminações. Quanto ao quadro profissional está sendo organizado o remanejo para atender a falta de profissionais na área I e em disciplinas específicas da área II. “Estamos aguardando a finalização dos trâmites para que ocorram as nomeações deste último concurso. É um grande problema que se refere à cerca de 300 profissionais que estão atuando na área de projetos”, relaciona.

Cadastro para utilização do classroom e entrega de materiais

Outra reivindicação esteve relacionada à apresentação dos estudos monitorados somente no formato virtual. Neste caso, Sandra explica que 30% dos estudantes não têm condições de acessar os materiais no formato online e, para estes será feita a entrega física do material. “Vamos conversar com as equipes diretivas para encontrar dispositivos para garantir a educação para todos e que o vínculo com a escola permaneça”, destacou Sandra.

Testagem e cuidados

A presidente do Sindiserv também ressaltou a importância de fazer testagem em massa e, conforme disponibilidade, os profissionais da educação sejam vacinados. “Ainda não temos uma sinalização positiva sobre a disponibilidade de vacinas”, assinala Sandra. Contudo, Silvana exemplifica com a organização de testagens feita entre os servidores do SAMAE e entre os profissionais da educação no Uruguai. “Todos os servidores foram testados com a repetição do exame em um prazo determinado. Esta pode ser uma alternativa para a Educação também em Caxias do Sul”, pontua.

Grupos de risco

Em relação ao questionamento sobre os profissionais que são enquadrados em Grupos de Risco (doenças, mais de 60 anos e gravidez), a secretaria segue as regras conforme o decreto (art. 16) (AQUI), atuando exclusivamente em sistema de teletrabalho. “Casos suspeitos devem ficar em afastamento de cinco a sete dias. Se o resultado for positivo serão testados todos, contactantes mais próximos, se for o caso”, destaca.

Também participaram do encontro a diretora de educação, Olga Neri de Campos Lima, os diretores Alvoni Prux dos Passos, Karina Santos, Cristiano Cardoso e as servidoras Roselaine Frigeri, Angela Honorato e Cristiane Beltrame Padilha e a diretora administrativa da SMED, Sandra Kunh.

Confira mais informações:

TIRA-DÚVIDAS – ANO LETIVO 2021

ORIENTAÇÕES SOBRE O USO DE RECURSOS DIGITAIS

ORIENTAÇÕES SMED – RETORNO

ORIENTAÇÕES WHATSAPP

X