CAMPANHA: Rede de Vizinhos e Vizinhas contra a Violência

Na última terça-feira (7/07), a Procuradoria Especial da Mulher da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, juntamente com a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente e pela Comissão do Idoso, em parceria com a Prefeitura de Caxias do Sul e com o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (COMDIM), do qual o Sindiserv faz parte por meio da diretora Claudia Detânico Calloni,  lançaram a Campanha “Rede de Vizinhos e Vizinhas Contra a Violência.”

No que se refere a violência contra as mulheres, de acordo com a ONU Mulheres, as agressões tendem a crescer nos momentos de quarentena, uma vez que as vítimas se veem obrigadas a cumprir as medidas de isolamento junto com seus agressores, aumentando os riscos das tensões e violências em âmbito doméstico. Além disso, as mulheres podem enfrentar obstáculos adicionais para fugir das agressões ou acessar serviços de proteção.

Conforme dados da Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP-RS), foram registados em junho de 2020, 3.613 ocorrências relacionadas à violência contra a mulher em todo o Estado. Somente em Caxias do Sul, o total foi de 112.

Os dados seguem a média de abril, quando os 1.259 casos de lesões corporais (3.617 incluindo outras violências) demonstraram a mais significativa queda da estatística dos últimos oito anos. A dificuldade de notificação — e não a diminuição da violência — é apontada por especialistas como causa da redução de casos registrados.

Máscara Roxa

Também vale ressaltar a Campanha da Máscara Roxa, promovida polo Ministério Público do Rio Grande do Sul, e que conta com a adesão de algumas farmácias com o selo “Farmácia Amiga das Mulheres” aqui do município. As mulheres vítimas de violência doméstica podem recorrer as farmácias com o Selo da Campanha e pedir a máscara roxa para que o atendente saiba que se trata de um pedido de ajuda. Na sequência o profissional vai informar que o produto está em falta e pegará alguns dados para avisá-la quando chegar.

Ambas as Campanhas visam promover redes de cuidado e informar, orientar e sensibilizar a comunidade sobre os canais de denúncia nos casos de violência.O material da Campanha “Rede de Vizinhos e Vizinhas Contra a Violência” será distribuído em mídias sociais e pontos estratégicos da cidade e indica o uso de celular para realizar as denúncias.

X