Novas estratégias para sustentabilidade econômica dos sindicatos

O futuro dos sindicatos foi tema de debate nesta terça-feira (02/04) na sede do Sindiserv. O encontro reuniu representantes de sindicatos dos trabalhadores e servidores municipais em torno das explicações feitas pelo sociólogo *Sadi Dal Rosso, envolvendo a sustentabilidade sindical depois do desmonte provocado pela reforma trabalhista aprovada em 2017. A atividade, promovida pelo Sindiserv, por meio da diretora de formação, Roselaine Frigeri,  foi mediada pela socióloga, historiadora e professora, Vânia Herédia.
“A troca de informações entre os dirigentes sindicais auxilia na busca de alternativas para manutenção da luta e preservação dos direitos dos trabalhadores”, afirma a presidente do Sindiserv, Silvana Piroli.

Para o sociólogo, a mobilização dos trabalhadores na defesa das instituições que os representam é fundamental para pressionar o governo. “É uma tentativa de estrangulamento dos sindicatos. Os sindicatos, no geral, pensam que a única alternativa é o retorno do imposto, mas é importante que busquem outras formas de sustentabilidade”, assinala.

*Sadi Dal Rosso é professor titular do Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília. Graduação em Ciências Sociais pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1972) e em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora da Imaculada Conceição (1972), mestrado em Sociologia – University of Texas System (1976) e doutorado em Sociologia – University of Texas System (1978). Pós-doutorados na Itália, França, Estados Unidos e México. Pesquisa sobre os seguintes temas: condições de trabalho, jornada de trabalho (história, duração, flexibilidade, intensidade, horas extras, redução de jornadas,), sindicato (história, greves, reformas), transformação da força de trabalho na agricultura, educação superior (gratuidade, democratização, publicidade), e  “Mais trabalho: a intensificação do labor na sociedade contemporânea”.

Relacionados:

X