22/11: Dia Nacional de Mobilização contra o fim da aposentadoria

A CUT e outras oito centrais sindicais do Brasil estão mobilizando suas bases para garantir ampla participação da classe trabalhadora do país nos atos em defesa da aposentadoria, contra a reforma da Previdência que o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL) pretende fazer.

A reforma de Bolsonaro  tende ser pior que a proposta por Michel Temer (MDB), não aprovada por pressão da classe trabalhadora que fez a maior greve da história do país, em abril do ano passado e conseguiu barrar a aprovação do projeto de lei. A equipe de Bolsonaro pretente implementar o modelo de capitalização da previdência que levou os trabalhadores e trabalhadoras chilenos à miséria, sendo que muitos não conseguiram se aposentar.

22/11 – Dia Nacional de Mobilização

A primeira manifestação contra o fim da aposentadoria dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiros será na próxima quinta-feira (22), quando será realizado o Dia Nacional de Mobilização, com protestos, panfletagem de materiais, diálogo nas ruas com a população e assembleias nos locais de trabalho.

Relacionados:

X