Sindiserv discute políticas públicas no Congresso do Povo.

Esse ano ocorre em todo o país o Congresso do Povo, o Sindiserv que efetiva grande parte das políticas públicas, não pode ficar fora desse debate. Por isso, estará promovendo no dia 11 de agosto (sábado), às 8h30min, no auditório da entidade, o Congresso do povo, discutindo políticas públicas. O evento é gratuito e aberto a comunidade. O debatedor convidado é do Iterra, Miguel Stedile.

O Congresso do Povo é uma maneira de convocar o povo e gerar um grande processo pedagógico das massas populares. Tem o caráter de ajudar a sociedade no entendimento deste momento político, identificar as saídas desta crise e as formas de organização para construir um Projeto de Brasil.

Conforme estabelecido, o Congresso do Povo deverá ser convocado em qualquer escola, comunidade, bairro, local de trabalho, por qualquer pessoa ou grupo que queria defender a Democracia,  os Direitos e a Soberania. A sua construção está aberta e deve envolver todos os setores democráticos: camponeses, indígenas, quilombolas, sindicalistas, lideranças comunitárias, LGBTs, mulheres, negros e negras, jovens, igrejas, grupos de cultura, agentes de saúde, etc.

Esse congresso retoma trabalhos de diálogo com as bases populares realizados, por exemplo, pelas Comunidades Eclesiais de Base, no início da década de 1960, quando leigos, padres e bispos, debatiam os problemas locais e apontavam suas soluções, em comunidade. As CEB’s, como ficaram conhecidas, foram as responsáveis por formarem algumas das mais importantes lideranças políticas do país.

De acordo com a Diretora de Educação do Sindiserv, Rita Casiraghi Moschen, os servidores e as servidoras do município não podem deixar de realizar esse debate, uma vez que a conjuntura atual exige que cada um e cada uma participem efetivamente, defendendo a implementação e qualificação de políticas públicas, que resultem em melhoria de qualidade de vida para o povo e evitem a privatização e terceirização de serviços públicos.

Relacionados:

X