Sindiserv e Servidores se unem contra as terceirizações

O Sindiserv esteve presente na Sessão Ordinária da Câmara Municipal, juntamente com servidores do Pronto Atendimento 24h (PA 24h), na manhã dessa terça-feira (21/11), para defender a necessidade dos serviços públicos serem geridos e prestados por servidores concursados.

O enfermeiro Leone Ferreira Pereira, pós graduado em urgência e emergência e terapia infantil pela a UFRGS, servidor a dez anos no PA 24h, usou a tribuna livre, em nome dos seus colegas concursados, para falar sobre os impactos da terceirização do Pronto Atendimento na comunidade.

Além de abordar a precarização dos serviços e falta de diálogo por parte do governo, para a tomada dessa decisão que afeta não só os servidores, mas toda a população caxiense, Leone destacou o desvio de finalidade. “De acordo com o prefeito e a secretária da saúde, a terceirização visa melhorar a qualidade do atendimento, no entanto o que acontecerá será o inverso, pois com salários mais baixos, profissionais muitas vezes inexperientes é impossível obter um resultado positivo para saúde, podemos perceber isso pelas tantas situações de descaso e falta de atendimentos que ocorre atualmente na Upa Zona Norte,” finalizou.

Para a diretora de saúde do Sindiserv, Fernanda Luiza Borkhardt o sentimento presente em todos os servidores nesse momento é de decepção. “O atual governo prometeu valorizar o servidor,  e esse acreditou na mudança. O que vemos, no entanto, é a proposta da precarização do serviço que são justamente par atender a população mais vulnerável como a FAS o PA24 e a agora a  educação infantil.”

No dia 23/11,  às 18h, o Sindicato promoverá o 6º Congresso do Sindiserv que dentre os temas abordará as terceirizações dos serviços públicos. No dia 27/11,  às 19h, ocorre na Câmara Municipal  a Audiência Pública para debater a terceirização do PA 24h.

Relacionados:

X