Sindiserv apura denúncia de ambiente insalubre no Centro Especializado de Saúde

O Diretor de Relações de Trabalho, Diames Rogerio de Souza Silva e o Vice-presidente, Rui Miguel da Silva, do Sindicato dos Servidores Municipais estiveram visitando na segunda-feira, (07.05), o Centro Especializado de Saúde (CES) para apurar denúncias sobre as condições de trabalho dos servidores.

Durante a visita foi constatado que o prédio está infestado de pombos, deixando tantos os servidores, quanto a população que usufrui do atendimento, expostos às fezes desses animais e às doenças que as mesmas podem causar.

No primeiro andar encontra-se a farmácia de componentes estratégicos onde os pacientes portadores de doenças infecciosas vão retirar os medicamentos. No segundo andar há o serviço de infectologia, que é referência para todo o município e região, e no terceiro andar está localizado o ambulatório de pneumologia, onde são atendidos pacientes com doenças pulmonares graves. Lembrando que doenças como a pneumonia vem justamente do fungo Cryptococcus encontrado nas fezes dos pombos. Em todos esses andares há pombos, inclusive mortos, as janelas precisam ser lavadas diariamente, pois os pombos defecam nelas. No refeitório os servidores fazem suas refeições com as janelas fechadas devido ao forte odor que vem de fora.

De acordo com os funcionários já foi encaminhado email para a vigilância ambiental e sanitária e demais órgãos responsáveis, mesmo depois de ter sido instalado um dispositivo para espantar os pombos, o mesmo não surtiu resultado. Há a promessa de instalar telas nas janelas, no entanto, isso só agravaria a situação que já é calamitosa, pois com as grades não seria mais possível limpar as janelas sujas.

O Sindiserv irá encaminhar um oficio notificando a Administração solicitando quais as medidas que a prefeitura tomará referente a essa grave situação.

Relacionados:

X