Conselho Deliberativo debate lutas e prioridades

O Conselho Deliberativo do Sindiserv esteve reunido na manhã desta segunda-feira, 30.10, no auditório da Sede Social para debater sobre as principais lutas. Entre as deliberações estão a realização de uma vigília na Praça Dante Alighieri em conjunto com entidades sindicais, nesta quarta-feira, 01.11, das 9h às 18h, com o objetivo de coletar as assinaturas contra a reforma trabalhista e denunciar o aumento de terceirizações ocorridos em vários serviços municipais.

Também foi apontada a necessidade de uma audiência com o prefeito municipal, Daniel Guerra para debater o tema das terceirizações. O Conselho demonstrou preocupação com o aumento das terceirizações nas áreas de assistência, saúde e compra de vagas em creches.

Sobre a Campanha Salarial, foi relatada a última reunião com o prefeito municipal, Daniel Guerra, onde não houve um aceno afirmativo sobre o aumento real, porém, comprometeu-se em repassar a trimestralidade. Quanto às distorções da Lei 409/2012 estão sendo realizados estudos por meio do IPAM, sobre o impacto do ajuste.

No dia 08.11, às 8h30, no auditório do Sindiserv, haverá a reunião com o presidente do IPAM, André Francisco Wiethaus, que debaterá questões pertinentes ao IPAM Saúde.

Em relação aos dados econômicos do município, apresentados pelas assessorias contábeis do Sidiserv, passarão a ter maior visibilidade com a criação de um espaço permanente na capa do site do Sindicato. “É uma forma de melhorar o acesso aos conteúdos e instruir os servidores acerca da conjuntura econômica do Município”, destaca a presidente da entidade, Silvana Piroli. Juntamente com estes dados será evidenciado o aumento de terceirizações no Município. Adesivos da campanha “Sem Servidores não há cidadania”, com uma frase de combate às terceirizações serão distribuídos entre os representantes e conselheiros.

Na área de gestão financeira, o Conselho aprovou o encaminhamento de uma petição buscando explicações das gestões anteriores sobre a ação judicial movida por ex-funcionários que totalizam mais de R$ 400 mil, entre indenização e custas processuais. Conforme determinação judicial, o valor deverá ser pago em 20 parcelas, sendo que a primeira com vencimento em outubro.

Em relação à Sede Campestre do Sindiserv, ficou acordado que as sugestões para o regulamento 2017/2018, poderão ser encaminhadas através do site, no espaço destinado à enquete, até dia 06.11. A votação ocorrerá .

Durante a reunião foi solicitada a divulgação do calendário de votação para novos membros do Conselho Municipal de Saúde, para o triênio 2018/2020 para incentivar as votações. O Conselho é formado por usuários, funcionários da saúde e representantes governamentais. “Independente do governo precisamos exercer nossa força que é através do controle social, e isso pose fazer diferença, uma vez que o Conselho de Saúde é deliberativo”, reforça Silvana.  Clique aqui  para ver a tabela (local, data e horários das votações).

Outra demanda da área da saúde é a destinação da verba do programa federal, PraVIDA, para profissionais que integram as estratégias do Saúde da Família, que não está sendo repassada a todos os profissionais conforme previsto na legislação.

A direção do Sindiserv estará visitando os locais de trabalho dos servidores para fortalecer a campanha “Sem servidores não há cidadania!”

 

Relacionados:

X