Farmácia do IPAM manterá atendimento 24h

Durante a reunião do Conselho Gestor do Instituto de Previdência e Assistência Municipal, na manhã desta quarta-feira (24/04), após a discussão da Lei Municipal 3750/91,  o presidente do Instituto, André Francisco Wiethaus, reconheceu que não é permitido o fechamento do serviço no turno da noite da Farmácia do IPAM.

Na  Campanha Salarial 2019  a entidade solicita a garantia de manutenção da Farmácia do IPAM, considerando os benefícios para servidores e comunidade. Em resposta enviada por meio de ofício aos servidores, o presidente salienta que “em breve a Farmácia dará prejuízos”, e que, neste caso haveria descumprimento dos princípios da Administração Pública (CF 37) que significa a destinação de verba pública para pessoa jurídica de interesse privado.

A presidente do Sindiserv, Silavana Piroli, afirma que Farmácia do IPAM é um patrimônio do trabalhador público, que investiu parte do seu rendimento para a manutenção do serviço. “É a Farmácia do IPAM que garante as necessidades de medicamentos dos servidores nas enfermidades. Sucatear para depois privatizar é que atende ao interesse privado. Este objetivo está claro na resposta enviada pelo IPAM que “prevê” o futuro deficit da Farmácia”, reafirma Silvana.

O vice-presidente do Sindiserv, Rui Miguel da Silva, a diretora de educação, Rita Casiraghi Moschem e o diretor João Ferreira, participaram do encontro.

Este assunto entrará em pauta de discussão com a categoria no dia 13 de maio, às 18h30, durante assembleia geral, na Câmara Muncipal de Vereadores.

 

Relacionados:

X