NÃO ao fechamento do PA 24h!

O Sindicato dos Servidores Municipais, servidores, movimentos sociais e população protestaram em frente ao Pronto Atendimento 24h nesta terça-feira (02/10) contra a decisão do prefeito Daniel Guerra de fechar o serviço.  Perto das 11h, um caminhão da Prefeitura estacionou em frente ao local de onde foram retiradas cercas de contenção para isolar o local. As cercas foram removidas pela população quando uma criança em estado grave chegou até o local.

Logo depois, realizaram um ato simbólico pedindo a permanência do serviço, por meio de um abraço ao redor do prédio. A desculpa utilizada para encerrar os atendimentos seria a reforma do prédio, porém, um estudo realizado pelo Sindicato afirma que é possível realizar os reparos sem que o serviço seja fechado.

Com a suspensão dos atendimentos, cerca de 400 pessoas serão prejudicadas diariamente. Além disso, grande parte dos médicos que atuam no serviço comunicaram que pedirão a exoneração dos cargos.

Ainda no final desta manhã, uma placa sinalizando o transporte público para a UPA foi instalada ao lado do PA 24h.

Parlamentares defendem a saúde

O assunto também foi discutido na Câmara de Vereadores, os parlamentares encerraram a sessão mais cedo e foram até o gabinete do Prefeito juntamente com a presidente do Sindiserv, Silvana Piroli, pedir pela permanência do serviço. O grupo não foi recebido pelo chefe do Executivo.

Por unanimidade, os vereadores caxienses se posicionaram em defesa do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador da Serra Cerest/Serra), durante a sessão ordinária desta terça-feira.

Fotos: Rose Brogliato

Relacionados:

X