Servidores em reunião do Conselho Deliberativo cogitam entrar em greve

A reunião do Conselho Deliberativo do Sindiserv, realizada na tarde desta quarta-feira (25/04), teve como pauta principal a Campanha Salarial 2018. Delegados defenderam a possibilidade de greve caso não haja avanços. Já no início do encontro, a presidente do Sindicato, Silvana Piroli, apresentou a resposta da Administração Municipal sobre os 11 itens que compõem a pauta de reivindicações. Logo após, foram apresentadas as novas funcionalidades do “Portal do Servidor”, onde será possível acessar dados como saldo e extratos das compras realizadas nas empresas conveniadas. Outro assunto debatido foi sobre as eleições para o Conselho Municipal da Saúde e da importância de votar em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS).

Redução em 30% e 40% dos recursos não se justificam

“A Administração utiliza a desculpa de baixa arrecadação, porém, quando Caxias crescia nos índices da China, não houve repasse nos mesmos índices de crescimento”, observa Silvana. Nesta semana a Administração noticiou a redução em 30% a 40% dos recursos das Secretarias. Contudo, o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) salienta que o orçamento municipal é de R$ 1,7 bilhões e os cerca de R$ R$ 16 milhões previstos na receita, que não se concretizou, representam menos de 1%. Para Silvana, o reajuste acima da inflação de 1,5% é viável. “Estamos há mais de cinco anos sem reajuste. Não é apenas dar cargos de chefia aos servidores. É necessário principalmente valorizar e ser justo. Se queremos mostrar que estamos descontentes, precisamos estar presentes na assembleia. Só a mobilização poderá garantir nossos direitos”, enfatiza a presidente.

Conforme dados do DIEESE o reajuste é viável

Apesar da alegação de redução de arrecadações por parte do governo municipal, o departamento econômico reafirma que houve um aumento de 20,3% de arrecadação de Imposto Sobre Serviços (ISS) em comparação com o mesmo período em 2017. Possibilidade de greve não é descartada A reunião deverá acontecer nesta quinta-feira às 14h. “Estamos há 5 anos sem reajuste, creio que esteja na hora de cogitarmos a possibilidade de greve”, ressaltou um dos integrantes da Comissão da Campanha Salarial. Nesta quinta-feira, às 14h, acontecerá a primeira reunião entre Sindicato e Administração após o retorno via ofício. “Teremos uma reunião nesta quinta, entre Sindicato e Administração para falarmos sobre a Campanha, esperamos que até dia 03 de maio, haja um retorno positivo em torno das reivindicações”, ressalta Silvana.

Eleições (CMS e Faps)

O vice-presidente do Sindiserv, Rui Miguel, ressaltou a importância da participação dos servidores nas eleições do Conselho Municipal da Saúde (CMS) para a manutenção do SUS. “Sabemos que o CMS tem um papel muito importante nas deliberações tanto da organização, quanto orçamentária da saúde. Precisamos ter a responsabilidade com os rumos da saúde da população e fazemos isso, defendendo o SUS”, assinalou. Ainda há tempo de inscrever-se para fazer parte do Conselho Fiscal e Deliberativo do Fundo de Aposentaria e Pensão do Servidor (FAPS). As inscrições foram prorrogadas até o dia 30 de abril. “Os servidores devem ajudar a gerir e proteger o FAPS para que, no futuro, nossa aposentaria não seja entregue à instituições bancárias que utilizarão os nossos recursos para seu próprio lucro”, alerta Miguel.

X