EJA, 1/3 de férias, campanha salarial são discutidos pelo Conselho do Magistério

Os conselheiros do Magistério reuniram na manhã desta quarta-feira, (07/06), às 8h30min, para discutir sobre vários assuntos pertinentes aos servidores e serviços da educação municipal. Síntese abaixo:

  • Informe e dúvidas sobre ações de 1/3 de férias: A Presidente do Sindicato Silvana Piroli prestou esclarecimentos sobre o andamento do processo. Segundo ela, já foram encaminhados à maioria das ações. Os professores que tiverem seu pedido de gratuidade indeferido estão sendo comunicados pelo Sindicato para que efetuem o pagamento das custas em momento oportuno;
  • Eja e atendimentos aos jovens de 15 a 17 anos:  Foram apresentadas as atividades programadas para tratar sobre o assunto. Claudia Detanico Calloni, Secretária de Comunicação informou que o Sindicato, em parceria com o Conselho da Educação e a Smed realizarão no dia 20 de junho, uma atividade de formação para as escolas e professores que atuam no EJA. O objetivo é oportunizar conhecimentos sobre alternativas de atendimento dos jovens com distorção de idade/escolaridade.

Quando: 20 de Junho – Das 13h30 às 17 horas – Auditório Sindicato

Tema: Trajetórias Criativas – Jovens de 15 a 17 anos no Ensino Fundamental (Uma proposta metodológica que promova a autoria, criação, protagonismo e autonomia)

Palestrantes: Professores do Colégio de Aplicação da UFRGS e da E. E. E. M. Professora Gentil Viegas Cardoso- de Alvorada

No dia 4 de Julho, às 14 horas, também acontece outro encontro que a Comissão EJA e Sindiserv estão envolvidos, com a Promotoria Pública da Educação.

  • Campanha Salarial 2017: Silvana Piroli fez um relato sobre a assembleia da segunda-feira, dia 05 e os encaminhamentos aprovados. Relatou que houveram avanços significativos referentes ao tema da Trimestralidade que o governo encaminhará projeto de lei específico para regulamentar a concessão ao funcionalismo, neste ano. Outro importante informe foi sobre o pagamento da categoria. Segundo ela, a Prefeitura garantiu que não haverá parcelamento. Informou também que, na próxima semana terão continuidade as discussões para a adequação de inclusão na legislação das professoras que atuam como bibliotecárias, motivo de encontro específico com o prefeito, no dia 13; Leia mais sobre as negociações da campanha
  • Greve Geral 30 de Junho: A Presidente do Sindicato esclareceu os presentes da gravidade da situação que o país atravessa e que se as reformas da Previdência e Trabalhista e as terceirizações, já aprovadas, entrarem em vigor destruirão o serviço público. Houve destaque para a necessidade dos delegados discutirem com seus pares alternativas de como será organizada a paralisação para trazer na reunião do Conselho Deliberativo – (20/6);
  • Problemas gerais nas escolas: Segundo os professores existem muitos problemas que perseveram e precisam receber mais atenção por parte da Smed. Os professores solicitaram informações sobre a ação judicial sobre horas extras; sobre adicional de AEE para professores, os regramentos para as tecno-mídias que impede professores das áreas II de atuarem nessa modalidade. E, a falta de diálogo por parte da secretaria, que vem desmobilizando as reuniões de diretores. A entidade reiterou seus compromissos de diálogo permanente com a secretaria para sanar as dificuldades apresentadas.
    A falta de monitores para crianças com necessidades especiais também foi apresentado. Dos participantes, muitas das escolas não possuem monitores. O Sindiserv vai encaminhar todos estes apontamentos para a Smed.

Por fim, houve uma apresentação musical de Samuel Sodré para o público presente.

X