CUT-RS e Sindicato dos Jornalistas promovem seminário de jornalismo no Fórum Social das Resistências

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS (SINDJORS), com apoio da CUT-RS e do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (COMDIM/POA), realizará o seminário Jornalismo de Resistência: Profissional, Ético e Comprometido com a Democracia, na próxima sexta-feira (20) das 10h às 12h, na barraca da CUT-RS, no Parque da Redenção. A atividade autogestionada integra a programação do Fórum Social das Resistências, que ocorre de 17 a 21 de janeiro, em Porto Alegre.

O seminário abordará a qualificação e a responsabilidade dos jornalistas no enfrentamento ao discurso predominante nos meios de comunicação, que dissemina e amplia a violência, a misoginia e restringe o funcionamento do regime democrático.

Em 2017, apesar das conquistas mais recentes, as mulheres continuam sendo vítimas de agressão, apanhando, xingadas nas ruas, assediadas e mortas. E uma linguagem midiática plural e igualitária ajudaria a diminuir a violência, o machismo e a misoginia”, afirma a diretora do SINDJORS, Márcia Fernanda Peçanha Martins.

Programação:

10h – Abertura

  • 1 – Democracia na comunicação, por Celso Schröder
  • 2 – Relatório da violência contra jornalistas, por Milton Simas
  • 3 – Violência contra as mulheres: da invisibilidade à espetacularização da notícia, por Márcia Fernanda Peçanha e Jeanice Dias Ramos
  • 10h40 – Debate

11h20 – Proposições

Obs: durante o período do debate, participantes podem encaminhar propostas de ação, que serão compartilhadas para formulação do documento de resoluções para a Plenária do Fórum Social das Resistências.

Fonte: CUT-RS com informações do SINDJORS

X